junho 28, 2007

Revivalismos -Em homenagem a um lobo que anda por estas paragens


Em homenagem a um lobo que anda por estas paragens e à premente necessidade ou não das palavras para elucidar as nossas ideias e pensamentos, eis alguns aforismos de Khalil Gibran ( 1883-1931) sobre a Conversa:
- Vós falais quando deixais de estar em paz com os vossos pensamentos e quando já não conseguis lidar com a solidão do vosso coração, viveis com os lábios e o som é uma diversão e um passatempo.
- E, em muita da vossa conversa, o pensamento fica amordaçado.
- Pois o pensamento é um pássaro do espaço que numa gaiola de palavras pode abrir as asas mas não pode voar.
- Há muitos de entre vós que procurais a conversa com medo de estardes sozinhos.
- O silêncio da solidão revela aos vossos olhos os vossos eus despidos e eles querem escapar.
- E há aqueles que falam, e sem conhecimento ou premeditação revelam uma verdade que nem eles próprios entendem. (Este é o meu favorito)
- E há aqueles que têm a verdade dentro de si, mas não a dizem por palavras.
- E é nos seio destes que o espírito habita em silêncio rítmico.

Os blogs permitem-nos isto: por um lado a conversa, por outro o silêncio. Khalil Gibran não poderia saber por certo no seu tempo, que estava a falar dos bloggers e da nova linguagem moderna: em bytes. Quem%2

Sem comentários: